PostHeaderIcon Camisinha e suas variedades

camisinha

Uma camisinha tamanho GG para mim, por favor!

É impressionante como as camisinhas evoluíram desde os tempos que foram criadas até hoje em dia. Meu avô me dizia que na época que ele era menino, já existia camisinha para vender, porém ninguém usava. Uma vez ele me relatou que usou com uma garota da vida e ela lavou e devolveu. Sabendo da história do vovô, fui pesquisar e descobri que os primeiros relatos históricos datam de 1500. Mas há mais de 3000 anos já se viam algo parecido na arte egípcia.

Bom, a camisinha, nos primórdios, foi simplesmente criada para proteção e prevenção de filhos. Era mais ou menos do tipo: mermão, usa essa porra aê e aproveita que você não vai ficar doente e nem ter filho.

Com o processo de vulcanização da borracha a camisinha se popularizou e, com o uso do látex líquido e, mais recentemente, do poliuretano, as camisinhas puderam ser customizadas para que fosse realmente agradável usá-las.

Hoje em dia são vários tipos com texturas e sabores diferentes.

Alguém já usou aquela rugosa para dar mais prazer nas mulheres? É uma idéia interessante e que funciona. Sabemos que as mulheres são sensíveis ao toque e, a rugosidade do preservativo aumenta o atrito deixando qualquer uma doida. O meu único medo é que ela nunca mais queira usar o amigão sem a camisinha rugosa!

Outra camisinha bem interessante é a de menta ou hortelã. Quem já usou sabe que pessoas sensíveis não aguentam. A sensação é de estar chupando uma bala de menta com o pinto. Só que sem sentir o gosto, só o ardor. Eu achei uma boa experiência, mas há quem não goste.

E a camisinha retardante? Sim, a proposta dela é retardar a ejaculação masculina proporcionando assim mais tempo de sexo. Mas descobri alguns problemas ao tentar experimentá-la. Não que eu precise de retardante claro, mas fui fazer uma experiência afinal, vai que eu deixava de aguentar só 5h e aguentava 10h?

Primeiro problema é que ela tem uma proteção interna, para que o líquido retardante não vaze para o lado da camisinha que ficará em contato com a mulher, senão retarda ela também e não é o que queremos. Devido a isso, é um pouco mais difícil de vesti-la. O segundo problema é que o retardante é um anestésico. Você simples mente para de sentir o pinto, consequentemente, para de sentir prazer e, qual é a consequência disso? O amigão amolece. Ninguém quer pinto mole, certo? Não recomendo.

E já até inventaram as com o desenho do escudo do seu time de futebol. Pode até gritar gol na hora que gozar :P

Com a evolução da conciência do sexo e do prazer e qualidade de vida que ele proporciona, mais e mais fabricantes de preservativos estão caprichando na sua tecnologia de desenvolvimento. Quem aproveita essa modernidade toda somos nós, fazendo sexo cada vez mais gostoso e seguro. Sabendo que sexo dá muito dinheiro, imagina quanto vai ganhar a empresa que descobrir a camisinha com sensação de estar sem camisinha? Espero que descubram logo.

- Mais textos sem noção em:


4 Responses to “Camisinha e suas variedades”

  • Selina says:

    Vixe…essa empresa vai é ficar milhonaria…rs…adorei o texto…bjão “Deus so Amor”…

    Reply

  • rafael d. says:

    Rapaz, mas a camisinha feminina é foda, nunca vi ninguém que use…muito cruel rs…abç

    Reply

    Caloã reply on March 21st, 2009 7:06 pm:

    Cara, também nunca vi ninguém usar nem ninguém que dissesse que já viu alguém usar !!

    Reply

    Nanda reply on March 22nd, 2009 6:30 pm:

    Nem eu…KKkkkk
    Foda dimais

    Reply

Leave a Reply

Comodidade
ValeDoSeuLixo por E-Mail:
Arquivos
October 2014
M T W T F S S
« Apr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031